Publicado em 27 de Outubro de 2017

Após derrota, Vanderlei Luxemburgo é demitido pelo Sport

Daniel Paulista foi confirmado como treinador até o fim do ano, por Gustavo Dubeux

Rafael Bandeira/LeiaJáImagensLuxemburgo esteve a frente do Leão em 34 partidasRafael Bandeira/LeiaJáImagens

Vanderlei Luxemburgo não resistiu à derrota para o Junior-COL, pela Sul-Americana, nesta quinta-feira (26). O treinador foi demitido pela direção do Sport após o 2x0 na Ilha do Retiro que complicou muito as chances do Leão em conseguir a vaga na semifinal. Após a partida, ao invés da coletiva, o técnico aproveitou o momento com a imprensa para falar como se sente.

"Eu só queria agradecer a maneira como fui recebido e respeito o carinho que tiveram por mim esse tempo todo. O futebol, infelizmente, é dessa forma, tudo é culpa do técnico. Entenderam que era melhor eu sair. Eu sabia, há três meses, que o Gustavo Dubeux ia me mandar embora, agora o motivo é com ele", desabafou.

Claramente magoado com sua saída, Luxa desejou sorte ao Leão no restante da temporada, deixando entender que o grupo não estava se encontrando em campo. "Torço para que o Sport consiga permanecer. E que o grupo se encontre, tenha um momento diferente. Que o Sport possa seguir a sua vida, o Daniel ou outro que ficar consiga. Foi um prazer estar no Sport por esses cinco meses", contou o treinador.

Logo em seguida, foi o vice-presidente de futebol do leão, Gustavo Dubeux quem se pronunciou. Esclarecendo que a causa da demissão não foi a partida com o Junior. "Não foi em relação a esse jogo. É um time de muita qualidade, e creio que deve ser o campeão da Copa. Foi, dos jogos que tivemos, o adversário mais bem treinado, qualificado. Precisamos de foco no Brasileiro, esse é o que nos dá sustentação", afirmou.

Dubeux agradeceu a passagem, elogiou o treinador, e apontou as atuações no segundo turno como a maior motivação para a mudança no comando. "Em momentos difíceis, precisamos tomar as decisões corretas. Tenho que agradecer o trabalho de Vanderlei, é um profissional dedicado, que abraçou o clube. Se encaixou perfeitamente no espírito, porém, infelizmente, tivemos uma retrospectiva que deixou a desejar", comentou. O dirigente ainda confirmou que o então auxiliar técnico Daniel Paulista assumirá como treinador até o fim do ano

Contratado em maio da atual temporada, Luxemburgo esteve a frente do Leão em 34 partidas. Somando 11 vitórias, oito empates e 15 derrotas, Luxa deixou o clube tendo como lembrança o título do Campeonato Pernambucano.