Publicado em 22 de Setembro de 2017

Assalto a Bancos:policia cumpriu mandados de prisão em Água Preta e Xexéu na Mata Sul

Operação em AL cumpre mandados contra acusados de assalto a bancos no Nordeste
Fonte:PortalPE10

 


A Polícia Civil de Pernambuco prendeu três líderes de uma quadrilha de assaltos a banco em Xexéu, na Mata Sul de Pernambuco. A operação é uma ação integrada entre a Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) e a de Alagoas(PCAL).

A operação foi deflagrada, na manhã desta terça-feira (21), para prender uma organização criminosa especializada em roubo a bancos. 

Foram cumpridos 10 mandados de prisão preventiva em três estados: Alagoas(em Maragogi e Novo Lino), Pernambuco (em Xexéu e Água Preta na Mata Sul) e no Rio Grande do Norte (em Mossoró). Também foram cumpridos 18 mandados de busca e apreensão e três conduções coercitivas.

As investigações, realizadas pela PCAL, foram iniciadas após a explosão de uma agência bancária em Novo Lino, no dia 3 de setembro. Existem indícios de participação da quadrilha em ações realizadas em Pernambuco.

Uma operação deflagrada pela Divisão Especial de Investigações e Capturas (Deic) cumprio, nesta quinta-feira (21), mandados contra uma quadrilha acusada de roubo a bancos em todo o Nordeste. Em Alagoas, os envolvidos foram presos nos municípios de Novo Lino e Jundiá; já em Pernambuco, o alvo da polícia foi a cidade de Xexeu e Água Preta. 

De acordo com informações repassadas à TV Gazeta, as equipes de agentes saíram ainda na madrugada, para cumprir oito mandados de prisão e dois de condução coercitiva. Mandados de busca e apreensão também foram expedidos pela Justiça, através da 17ª Vara Criminal. Até o momento, seis pessoas foram presas acusadas de envolvimento em assaltos a bancos. Uma das ocorrências teve como alvo uma agência de Novo Lino, onde o bando metralhou o estabelecimento. 

Os policiais cumpriram os mandados nos municípios de Novo Lino e Jundiá, além da cidade de Xexeu, em Pernambuco. Em Alagoas, os trabalhos são coordenados pelos delegados Mário Jorge e Vinicius Ferrari. 

Ao todo, participaram da operação agentes da Deic, do Tático Integrado de Grupamentos de Resgates Especiais (Tigre), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), Asfixia, Polícia Militar (PM) de Pernambuco e homens do Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc), do Ministério Público Estadual (MPE).Os presos e todo o material apreendido serão encaminhados à sede da Deic, no bairro de Santa Amélia, em Maceió