Publicado em 18 de Setembro de 2017

Grupo armado incendeia carro com dois corpos próximo do shopping em Boa Viagem

Delegado avalia que incidente é parte da disputa do comando da criminalidade na Comunidade Entra A Pulso por um bando da comunidade Dórote, da Imbirib

 

Delegado Jorge Ferreira acredita que os dois homens cujos corpos foram encontrados dentro do carro já estavam mortos antes de serem incendiados com o veículo. Foto: Nando Chiappetta (Delegado Jorge Ferreira acredita que os dois homens cujos corpos foram encontrados dentro do carro já estavam mortos antes de serem incendiados com o veículo. Foto: Nando Chiappetta)  
Delegado Jorge Ferreira acredita que os dois homens cujos corpos foram encontrados dentro do carro já estavam mortos antes de serem incendiados com o veículo. Foto: Nando Chiappetta
Famílias que residem nas imediações da Rua Bruno Veloso, saída do Shopping Center Recife, viveram mais momentos de terror em Boa Viagem, Região Sul do Recife, no começo da noite de ontem. Quatro homens armados chegaram quase na esquina das ruas Arnaud Holanda com a Bruno Veloso em dois carros, um Chevrolet Agile de placas terminadas em 8816 e um sedã Honda de placas não anotadas. Desferiram vários tiros pro alto e depois atearam fogo no primeiro veículo, onde foram encontrados dois corpos de homens.
Para o delegado Jorge Ferreira, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a principal linha de investigação é a de que se trata de uma espécie de “recado” de um bando criminoso de outra comunidade, a Dórote, da Imbiribeira, para o que restou do bando criminoso da comunidade Entra A Pulso, que teve seu chefe morto. “Possivelmente eles querem tomar o comando da (criminalidade) na comunidade”, avalia.
Viaturas do 19º Batalhão da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) foram mobilizadas, mas realizaram apenas o isolamento da área para que uma equipe do Corpo de Bombeiros debelasse as chamas para permitir a perícia pela equipe do Instituto de Criminalística (IC) e, depois, o recolhimento dos corpos pelo IML, numa operação que começou às 20 horas e terminou às 21h11. 
diariope